Tecnologia a serviço da Qualidade do Ar em Ambientes

Único espirro pode infectar todo um ambiente fechado causando sérias e graves doenças

Único espirro pode infectar todo um ambiente fechado causando sérias e graves doenças

O nome pode parecer estranho, mas na verdade a situação é mais comum do que as pessoas possam imaginar. Trata-se da SED (Síndrome do Edifício Doente). Ambientes fechados como empresa, hospitais, centros de saúde, bancos, shoppings, hotéis, escolas, igrejas, bibliotecas entre outros, são até 10 vezes mais poluídos que os externos de acordo com os dados da EPA, ASHRAE e outras organizações mundiais da Saúde. Neles, há proliferação de forma significativa de vírus, fungos, VOCs, THMs e das super-bactérias letais ao ser humano.
Os meios de transmissão são por contato, vestimentas e/ou aerotransportados. A situação se agrava em sistemas climatizados de ar condicionado devido os filtros de ar serem projetados para proteger o equipamento e não os ocupantes dos ambientes. Assim, os microorganismos viajam livremente pelos dutos e ambientes, contaminado e causando doenças graves e letais. Exemplo é o caso do Ministro Sergio Motta que contraiu uma infecção hospitalar e veio a falecer.
Respiramos em média, por dia, 24.000 litros de ar. Então, como é a qualidade do ar que você respira? A má qualidade do ar causa inúmeras doenças, principalmente na época do outono e inverno. E, a cada dia aparecem novas super-bactérias. Há muito tempo, o Ministério do Trabalho e Emprego elaborou Normas Regulamentadoras para garantir a qualidade através da NR 9 para ambientes empresarias e comerciais, e NR32 para Centros de Saúde; lamentavelmente muitos empresários e Centros de Saúde não as obedecem.
E, você sabia que tem direitos de indenização por desrespeito à legislação vigente? Os locais são obrigados a prover laudos de qualidade do ar realizados por laboratórios de fama reconhecida realizados a cada seis meses. Na Europa, Estados Unidos, Canadá e em outros países de primeiro mundo é obrigatória a utilização da Tecnologia dos Esterilizadores UV-C (também conhecida como Ultraviolet Germicidal Irradiation), para combater/reduzir as contaminações oriundas dos microorganismos.
A Tecnologia UV-C é utilizada há mais de 70 anos tendo a sua eficácia comprovada com aplicabilidade em ambientes fechados em geral, conservação de alimentos, em transportes aéreos, marítimos e terrestres, e especialmente em ambulâncias, onde o paciente pode contaminar o interior para o próximo ocupante. A empresa incubada Xgerms, localizada em São José dos Campos, na Incubadora de Negócios do CECOMPI – Centro para Competitividade e Inovação do Cone Leste Paulista atua neste segmento.

Conheça a tecnologia UV-C
O Sol já nos provê este beneficio. Porém, os vidros comuns bloqueiam a passagem da irradiação eletromagnética sendo invisível aos olhos. A irradiação é dividida em UV-A, UV-B, UV-C e VUV; sendo a UV-C, utilizada como bactericida (ou germicida) para combater os microorganismos.
Apesar de conhecida há mais de cem anos, sua primeira aplicação prática foi 1903 pelo Doutor Niels Ryberg Finsen, ganhador do prêmio Nobel de Fisiologia e Medicina pelo uso da UV-C contra a tuberculose. Ela é pouco utilizada no Brasil, e sendo utilizada principalmente em piscinas.
A UV-C possui a capacidade de danificar os microorganismos, causando um dano fotoquímico na estrutura do DNA, tornando-os inofensivos, coibindo o crescimento e a reprodução. Os microorganismos têm menor proteção contra a irradiação não sobrevivendo à exposição.
A tecnologia reduz os níveis de contaminantes biológicos do ambiente e no sistema de ar-condicionado, resultando num aumento de até 30% na eficiência do sistema e melhorando os custos de manutenção e economia de energia elétrica.
Dados científicos comprovam que ocorre uma redução de até 90% dos microorganismos no ar e superfícies quando utilizados de forma adequada. Para tanto, é necessário a análise e um projeto compatível ao ambiente e que as manutenções preventivas sejam respeitadas.

Tecnologia Verde
A Tecnologia UV-C é uma importante arma para o combate e prevenção contra os micro-organismos em ambientes fechados e principlamente contra bioterrorismo sendo recomendado fortemente pela FEMA (Federal Emergency Management Agency), CDC (Centers for Disease Control and Prevention), ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Engineers) e IUVA (International Ultraviolet Association)

Tecnologia UV-C é ecologicamente correta e sustentável sem uso de produtos químicos e tóxicos. Maiores informações no site:

http://www.xgerms.com.br

Leia outras reportagens sobre Tecnologia UV-C no blog
http://www.xgerms.wordpress.com

Anúncios
Esse post foi publicado em ambientes fechados, cloro, cloto, desinfecção, doenças, esterilização, flúor, Infecções hospitalares, pneumonia, Profissionais da Saúde, TB, tecnologia, tuberculose, ultravioleta, Uncategorized, UV-C, UVGI. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s