Produtos cosméticos causam diabetes e outras doenças degenerativas em mais de 60% das mulheres

Os fabricantes dos produtos, endocrinologistas, dermatologistas, esteticistas, representantes e até a sua cabeleireira sabe dos riscos que isto causa; só que não te contam nada. Porque será??? $$$$$$$$ ????

Quer continuar a aplicar livremente produtos de cuidados pessoais, incluindo filtro-solares, shampoo, condiconadores, alisadores, tinturas para o cabelo, cremes em geral, sabonetes, esmaltes, polidores de unhas, sabonetes em geral (comuns, líquidos e antibacterianos), desodorantes, pomadas, fixadores e perfumes?
Se você soubesse que o risco de desenvolver diabetes aumentou dramaticamente? As mulheres não sabem de onde vem o botox que aplicam no seu corpo. Muitos indivíduos estão se conscientizando do que a desregulação endócrina são causadas pelas substâncias químicas sintéticas, conhecidas como ftalatos e outros sintéticos, que são comumente encontrados em brinquedos plásticos, eletrônicos e adesivos, mas poucos entendem como esses compostos perigosos podem penetrar pela sua pele a partir de uma simples aplicação. A situação se agrava com a nano-tecnologia que suas partículas são muito menores que os globulos sanguíneos, correndo livremente na corrente sanguínea e com capacidade de se agregar as células. Os efeitos estão se estendendo aos metrossexuais.

Eles não te contaram isto? Porque será?
Money! Money! Money! Money! Money coloring all!

Uma equipe de pesquisadores do Hospital Brigham da Mulher publicou o resultado de seu trabalho avaliando os perigos para a saúde causados pelos ftalatos na revista Environmental Health Perspectives. No passado, os cientistas acompanharam de perto como a ingestão produtos de origem petroquímica causa danos que originam o BPH (Hiperplasia Prostática Benigna) que perturba a homeostase metabólica aumentando o risco de distúrbios digestivos, diabetes e a certos tipos de câncer. Foi publicada para documentar como os produtos químicos em produtos domésticos comuns passam pela nossa pele e unhas e aumentam doenças degenerativas. O que causou supresa aos pesquisadores ao descobrirem que as proprias autoridades responsaveis pela vigilância sanitária conheciam e conhecem estes problemas à saúde.

Outro componente perigoso é conhecido como PPD, ou parafenilenodiamina, é o produto químico altamente tóxico que se encontra em muitos desses “naturais” tinturas de cabelo. Também é encontrado em tinturas de tecidos, esmaltes, batons, tintas de impressão e fotocópias e de fotografias de produtos químicos em desenvolvimento. As reações adversas são geralmente descartados como sensibilidade ao produto por parte de um indivíduo; mas, ele é responsável por reações graves e até fatais levando ao óbito.

Para conduzir o estudo, os pesquisadores analisaram as concentrações urinárias de ftalatos em 2.350 mulheres que participaram do National Health and Nutrition Examination Survey; descobriram que mulheres com níveis mais elevados de ftalatos em sua urina eram muito mais propensos a ter diabetes, câncer e até leucemia. Especificamente, foi determinado que as mulheres que tiveram os níveis mais elevados dos produtos químicos mono-benzilo e ftalato de mono-isobutil ftalato tinha quase duas vezes o risco a estas doenças, em comparação com as mulheres com níveis mais baixos de desses produtos químicos.

A descoberta mais surpreendente nesta pesquisa foi que as mulheres com maior do que os níveis médios de urina mono-3-carboxipropilo ftalatos (comumente encontrados em sabões, cosméticos e produtos para cuidados da pele) tinham aproximadamente 60% à aumentarem o risco às doenças. As mulheres com níveis moderadamente elevados de produtos químicos a mono-n-butil-ftalato de di-2-etilhexilo ftalato (principalmente a partir da aplicação de um spray de cabelo e de gás de propulsão produtos) tinha aproximadamente um por cento 70% aumento do risco às doenças.

O líder do estudo, James Dr.Tamarra-Todd concluiu: “Este é um primeiro passo importante em explorar a relação entre os ftalatos e às doenças degenerativas; sabemos que, além de estar presente em produtos de cuidados pessoais, ftalatos também existem em certos tipos de médicos dispositivos e medicamentos que são usados para tratar às doenças e isso também poderia explicar o maior nível de ftalatos em mulheres diabéticas. ”

Estamos sob ataque constante de uma barragem de compostos químicos sintéticos que se infiltraram em muitos produtos domésticos comuns e itens de higiene pessoal que são “geralmente considerados como seguros” por autoridades responsaveis pela saúde e vigilância sanitária. Esta pesquisa apenas arranha a superfície na tentativa de descobrir os problemas de saúde que cercam muitos produtos aparentemente seguros que milhões usam todos os dias. Sempre selecionar produtos fabricados com ingredientes naturais e ler os rótulos dos produtos para evitar produtos químicos que são mostrados para aumentar dramaticamente o risco de distúrbios metabólicos e doenças crónicas; aqui também está outro problema as embalagens raramente trazem informações claras e possam ser entendidas pela população em geral;a conquista do mercado passa setor de Marketing que usa pessoas bonitas e artistas famosos para atrair o público ao seu produto.

Fonte: Natural News
http://www.naturalnews.com/036635_personal_care_products_chemicals_diabetes.html

Tecnologia Verde
A Tecnologia UV-C é uma importante arma para o combate e prevenção contra os micro-organismos em ambientes fechados e principalmente contra bioterrorismo recomendado fortemente pela FEMA (Federal Emergency Management Agency), CDC (Centers for Disease Control and Prevention), ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Engineers) e IUVA (International Ultraviolet Association)

Tecnologia UV-C é ecologicamente correta e sustentável sem uso de produtos químicos e tóxicos. Maiores informações no site:

Esse post foi publicado em acidez, alcalina, ambientes fechados, água, água alcalina, câncer, cloro, cloto, desinfecção, doenças, esterilização, flúor, hiper-bactérias, hiperbacterias, Infecções hospitalares, pH, pneumonia, Profissionais da Saúde, sangue, super-bactérias, superbactérias, TB, tecnologia, Tecnologia Verde, tuberculose, ultravioleta, Uncategorized, UV-C, UVGI e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s