Ambientes saudáveis melhoram a qualidade da saúde

Passam mais de 80% do nosso tempo em ambientes fechados, aspirando o ar que tem poluentes duas a cinco vezes mais do que o ar exterior (em alguns casos, 100 vezes mais). Dadas estas estatísticas, é surpreendente como o nosso pensamento é focado ao ar exterior para reduzirmos a poluição e sujeira; damos pouco importancia para a melhoria da qualidade do ar interior.

Qualidade do ar interior ou Qualidade Ambiental Interna (QAI), deveria estar na mente das pessoas; no entanto, somente aqueles que têm sensibilidade química múltipla, alergias e asma se preocupam com isto. Filtros de ar e desumidificadores têm sido tradicionalmente as ferramentas que procuram manter um ambiente interior saudável, mas eles são realmente bastante?

Quais são os ambientes internos saudáveis?

Ambientes saudáveis são isentos de materiais de construção que tenham compostos volateis orgânicos (VOC) e formaldeído que são produtos químicos tóxicos. O ar pode ser melhorado através de filtragem, ventilação e controle de umidade. Salientamos a importância de controlar os contaminantes, como a poeira. É discutível como limpar, no entanto, já que a hipótese da higiene sugere sobre limpeza pode levar a aumento das taxas de doenças autoimunes, como asma e alergias.

Qualidade ambiental interna é um termo mais amplo que engloba muitos aspectos da saúde em ambientes além do próprio ar. Exemplos incluem a melhora a segurança através de monitores de monóxido de carbono, conforto na iluminação por meio da iluminação natural, e radiação eletromagnética reduzida gerada pelos equipamentos eletro-eletrônicos e, principalmente do Wi-Fi.

Programas e certificações de ambientes saudáveis.

Programa de Ambientes Saudáveis é uma abordagem coordenada, abrangente e holística para a prevenção de doenças e lesões que resultam de riscos relacionados com a habitação e deficiências. Sala-a-sala, o programa faz recomendações para combater os problemas mais comuns. Por exemplo, eles oferecem sugestões sobre como evitar mofo na área de serviço, monóxido de carbono na garagem, os riscos dos dutos de ar condicionado e etc.

Ambiente Saúdavel é um de programa de certificação de construção executado pela American Lung Association. Prometem melhorar a saúde dos ambientes certificados atráves do QAI, controle de umidade, controle de contaminantes, proteção contra o gás radônio, o conforto e eficiência energética dos ambientes convencionais. Aumentam os custos da construção de 3 a 5%; porém economizam de 30 a 40% nas contas de água, energia, na manutenção e reduzem o absenteismo (doença relacionada com o ambiente).

Se a construção é nova ou reforma, tem em mente a saúde do ambiente, vale bem a pena à despesa adicional. Pode custar um pouco mais, mas ele vai pagar em uma economia de serviços públicos devido ao aumento da eficiência energética. O retorno para a saúde, no entanto, é imensurável.

Como o ambiente lhe deixa doente?

A maioria das pessoas não percebe ou não imagina que talvez o ambiente o está deixando doente. Há, literalmente, centenas de fatores que poderiam afetar o fator de segurança de sua casa. Vamos dar uma olhada em algumas das fontes mais potenciais de toxinas perigosas.

1. Móveis e utensílios
O pior culpado no ambiente é o formaldeído. É classificado como cancerígeno para o homem pela Agência Internacional de Pesquisa sobre o Câncer. É um produto químico inflamável e incolor que é utilizado em materiais de construção, mobiliário, carpetes e muitos produtos domésticos. Ele é encontrado mesmo em roupas pré-encolhidas e rugas. Certas plantas verdes ajudam oxigenar o ambiente e absorver as toxinas.

2. Produtos de limpeza
Os produtos químicos mais perigosos são baseados nos glicóis de etileno baseados que são utilizados em produtos de limpeza de chão, em tintas, plásticos e fibras sintéticas. De acordo com a EPA, é classificado como um poluente extremamente perigoso no ar. Produtos de limpeza que contêm alvejante (e desinfetantes similares podem reagir para criar voláteis compostos clorados.
Eliminação de produtos tóxicos de limpeza pode ser tão simples como a compra de produtos naturais verdes e não-tóxico podem ser adquiridos no mercado. Para o limpador mais aventureiro, você pode fazer o seu próprio. Vinagre e água são um ótimo desinfetante e desengordurante. Bicarbonato de sódio polvilhado com óleo de cravo pode ser usado para esfregar e desinfetar o banheiro.

“2008, um estudo europeu descobriu que inalação destes compostos à base de cloro aumentam significativamente o risco de câncer1”

3. Controle de pragas
Inseticidas que são pulverizados no ambiente contêm substâncias químicas que afetam o sistema nervoso, o sistema endócrino e hormônios e pode até ser cancerígeno.

4. Produtos químicos de limpeza a seco
Você já se perguntou o que é cheiro distinto em sua roupa quando você levá-los para casa envolta em plástico de limpeza a seco? Aquele cheiro químico é PERC ou percloroethylene. PERC se divide em vários subprodutos, como o tetracloreto de carbono, uma substância cancerígena.
Certifique-se de remover o filme plástico e arejar a roupa ao ar livre por 24 horas antes de usá-los.

5. REM – Radiação Eletromagnética
Será que você nunca considerou o roteador Wi-Fi e computador como fontes de toxinas perigosas? Electro-poluição tem sido rotulado a pior toxina no planeta. Você não vê-lo, senti-lo, cheirá-lo ou prová-lo, mas está afetando 24 horas por dia. Eduque-se sobre os produtos cientificamente validados que ajudam a neutralizar os efeitos do REM. Desligue o roteador à noite e não tenha qualquer eletrônica ativa no ambiente sem necessidade e no quarto quando for dormir.

6. Rachaduras
Não tem sido divulgado é o Gás Radônio (ou Radão/Radone); elemento derivado do elemento químico rádio (Rn); descoberto por Owens e Ernest Rutherford em 1.899. Gás nobre, incolor, inodoro, insípido e radioativo. Difundem-se em ambientes de convívio humano através das edificações pelos materiais de construção, solos, água podendo continuar seu processo de fissão emitindo partículas alfa, beta e gama, submetendo estes ambientes à radioatividade.
Este gás costuma vazar pelas rachaduras, procure deixar o ambiente bem arejado por intermédio das correntes de ar. Sendo a segunda principal causa de câncer do pulmão nos Estados Unidos por inalação e não existem sintomas imediatos e sim ao longo do tempo – é um assassino furtivo; elevando-se a custos de saúde em mais de 2 bilhões dolares/ano.

7. Ar Condicionado
Sistema climatizado ou não; ele é o grande vilão comparado aos demais. Dentro dele desenvolvem-se grandes colônias de fungos propicia aos micro-organismos que se espalhando pelos prédios; instalando-se nas superfícies em geral e nas partículas suspensas no ar. Multiplicando-se causando sérias doenças como a pneumonia e tuberculose. Respiramos em média 24.000 litros/dia de ar; sendo que a renovação do ar no ambiente é menor que 15%; isto é feito para economizar a energia elétrica. Os filtros deles são projetados para protegê-lo e não o ocupante do espaço. A porosidade do filtro não retém vírus, bactérias, pólen, fungos e ácaros; sendo um convite à proliferação.

8. Micro-organismos
Todo dia ouvimos noticias da gravidade das Infecções Adquiridas nos mais diversos ambientes e de novas super-bactérias resistentes a antibióticos. Exemplo: bactéria Legionella pneumophila causa uma pneumonia difícil de ser curada em hospitais ela recebe o nome de MRSA. Bactérias fecais se dispersam no ar ao dar descarga com a tampa aberta, contaminam os objetos que lá se encontram.

9. Ácaro
Cama, travesseiros, cobertores, sofás, carpetes e almofadas são a maior fonte de contaminação por eles. Os ambientes quentes, úmidos e escamação da pele (que é natural; perdemos em media 15 gramas/dia!) o que favorecem as doenças respiratórias e alergias.

10. Particulados
Pólen, sujeira e fumaça do cigarro ficam em suspensão no ar, respondendo por mais de 80% da degradação do ar nos ambientes e aumentando o risco de problemas respiratórios.

11. Mofo e Bolor
Mofos e fungos proliferam em ambientes que retém a umidade. Costuma ocorrer nas paredes e teto dos banheiros, cozinha e armários, causando rinite, asma e micoses.

12. Compostos Voláteis Orgânicos (VOCs)
São as tintas, colas, vernizes dos equipamentos eletrônicos, resinas usadas nas mais diversas aplicações dentro dos ambientes que contêm substâncias químicas nocivas a Saúde; causando dor de cabeça, tontura e fraqueza.

13. Compostos Tóxicos
Como já se sabia e estudos recentes comprovaram a presença de substâncias altamente tóxicas em cosméticos, como desodorantes, perfumes, filtros solares e cremes faciais e corporais que podem causar sérios danos a Saúde; inclusive o Câncer.

14. Monóxido De Carbono
Gás altamente tóxico proveniente dos processos de combustão de fogões, aquecedores de água; causando. As concentrações perigosas podem causar: respiração irregular, dores de cabeça, náuseas, enjôos, tonturas, vômitos e no pior dos casos levando a óbito.

15. Água dos bebedouros
Os bebedouros contém na composição da água o cloro e o flúor que causam ao longo do tempo sérias doenças. Europa e Estados Unidos aboliram a muito tempo estes componentes da rede de abastecimento da água e usam somente a Tecnologia UV-C para a destruição de vírus e bactérias na água. Os garrafões de água contem a dioxina e o BPA – Bisphenol A, que é cancerígeno.

Finalmente, não podemos viver em uma bolha e retirar-nos de toda a exposição tóxica. No entanto, se você tomar pequenos passos para limpar o seu ambiente pessoal e, lentamente, reduzir a sua exposição a substâncias tóxicas, então o seu ambiente se torne um porto seguro; não só em sua casa; mas, também no seu trabalho, lazer, cinemas, shoppings, teatros, escolas, bibliotecas, igrejas, templos e etc.

Existem normas e leis tanto do Ministério da Saúde e do Trabalho que garantem a qualidade do ar em ambientes, especialmente são exigências para as empresas e hospitais que não são cumpridas devido a falta de fiscalização adequada; e muito menos a CIPA e CCIH (Comissão de Controle de Infecção Hospitalar) exigem que os empresários cumpram com legislação. Os setores da Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho fazem vista grossa em relação a isto. Você tem direitos e isto deve constar do seu prontuário da empresa e no PPP – Perfil Previdenciário Profissional; infelizmente as empresas omitem estas informações dos trabalhadores.

Fonte:
Natural News
http://www.naturalnews.com/036962_indoor_air_toxic_chemicals_cleaning_products.html # ixzz24kCE20sg
http://www.naturalnews.com/036930_indoor_air_quality_healthy_homes_chemicals.html # ixzz24XxGl7rd

Tecnologia Verde

A Tecnologia UV-C é uma importante arma para o combate e prevenção contra os micro-organismos em ambientes fechados e principalmente contra bioterrorismo recomendado fortemente pela FEMA (Federal Emergency Management Agency), CDC (Centers for Disease Control and Prevention), ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Engineers) e IUVA (International Ultraviolet Association)

Tecnologia UV-C é ecologicamente correta e sustentável sem uso de produtos químicos e tóxicos. Maiores informações no site:

Anúncios
Esse post foi publicado em acidez, alcalina, ambientes fechados, água, água alcalina, câncer, cloro, cloto, desinfecção, doenças, esterilização, flúor, hiper-bactérias, hiperbacterias, Infecções hospitalares, pH, pneumonia, Profissionais da Saúde, sangue, super-bactérias, superbactérias, TB, tecnologia, Tecnologia Verde, tuberculose, ultravioleta, Uncategorized, UV-C, UVGI e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Ambientes saudáveis melhoram a qualidade da saúde

  1. Achei muito legal a reportagem, porém faltou mencionar que tipo de substâncias na composição pode causar tudo isso, no tópico 13. Gostaria de saber para evitar o consumo.

    • Xgerms disse:

      Oi Natalia; infelizmente nãp podemos listar os produtos e/ou marcas por questões de processos que possam ocorrer. Por isto listamos os nomes das substâncias, ao ler no rotulo estes produtos recomendamos que não use.
      Continue a ler o nosso blog
      Muito Obrigado

      • No item 13 “a presença de substâncias altamente tóxicas em cosméticos, como desodorantes, perfumes, filtros solares e cremes faciais e corporais que podem causar sérios danos a Saúde; inclusive o Câncer.” não discrimina nem quais são essas substâncias, ou seja, se por exemplo algum ácido. Se a substância for dita não afetará os produtos, uma vez que existem inúmeros produtos de diferentes marcas ou até mesmo manipulados.
        Ficarei aguardando o nome das substâncias.
        E parabéns pelo blog, ele é ótimo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s