Aviões – 6 zonas de geração vírus, bactérias e germes!

Turistas enchendo os voos e temporada de gripe em pleno andamento, é mais importante do que nunca para se proteger contra a doença. Identificamos as zonas importantes geradoras de vírus,bactérias e germes nos aviões; por que é melhor prevenir do que remediar!

ZONA: Água
Por: E. Coli, uma causa comum por trás de dores de estômago.
Avião atinge 30 mil pés de altitude, o sinal de apertar-cinto de segurança desliga, e a comissária de bordo vem oferecendo: Café ou chá? Água gelada? Eles parecem ofertas inocentes; até que você considere que a água servida no avião está sobre analise das Autoridades Sanitárias devido aos vestígios da bactéria E. Coli por seis anos.
Amostras aleatórias de 327 aviões sem nome nacional e internacional causou polêmica em 2004, quando algumas das amostras de água atestaram positivamente para E. coli, uma cepa que é a principal causa de intoxicação alimentar no café e chá são fervidas a bordo com água, normalmente não atingem temperaturas suficiente para matar a E. coli.

ZONA: Bolsos dos Assentos
Por: Frio e gripe A, B, C e vírus
Há uma rotina básica para se instalar em um avião: guardar a sua bagagem no compartimento superior e depositar todos os itens pessoais que você deseja estar prontamente disponível no bolso do assento. No bolso do assento é semelhante a colocar a mão em alguém do bolsa e vasculhar entre os seus lenços de papel usados e embalagens de goma.
Recortes de unha e restos de alimentos são surpresas desagradáveis que foram encontrados. Considere que os vírus do resfriado e da gripe podem sobreviver durante horas em tecido e tecidos, e ainda mais tempo (até 48 horas) em superfícies não porosas, como plástico e metal. E, você percebe que você pode pegar mais do que revista de bordo ao se instalar no assento.

ZONA: Mesa de Bandeja
Por: MRSA, uma superbactéria mortal
Os comissários de bordo têm testemunhado muitos abusos repulsivos na mesa bandeja, de pais trocando fraldas sujas para as crianças que furam suas melecas por baixo. Pesquisas confirmam que a mesa bandeja acessível é uma placa de Petri para todos os tipos de riscos para a saúde, inclusive a superbactéria Staphylococcus aureus resistente à meticilina (MRSA), ela mata cerca de 20.000 pessoas nos EUA anualmente. No Brasil não existe estatisticas disponíveis a população devido para que certas pessoas não se comprometerem.
Em 2007, a Universidade do Arizona, pesquisador Jonathan Sexton testado mesas de bandeja a partir de três grandes aviões de passageiros, alarmante 60% confirmaram positivamente a superbactéria. Isso é uma revelação e tanto, considerando que apenas 11% das amostras colidas no metrô de Nova York encontraram vestígios da bactéria.

ZONA: Refeição a bordo
Por: Listeria, um micróbio conhecido por causar doenças gastrointestinais e meningite.
Refeições a bordo sempre tiveram uma má reputação composto por pratos quase não identificáveis. Então, em 2009, as refeições fizerão manchetes quando as inspeções do FDA em Denver da LSG Sky Chefs – Maior fornecedor de comida para aviões, incluindo a American Airlines, Delta e United – encontraram nas cozinhas numerosas baratas e funcionários manusearem alimentos com as mãos ou luvas sujas.
As amostras partiram da área de preparação de alimentos, encontrados vestígios de Listeria monocytogenes, que causam doença gastrointestinal e meningite, bem como infecção cervical em mulheres grávidas. A probabilidade de contrair a doença do micróbio é muito baixa, embora deva ser notado que um quinto dos 2.500 casos anuais são fatais.

ZONA: Travesseiro e Cobertores
Por: germes, como Aspergillus niger que causa a pneumonia e infecções
Discussão sobre dormir com o inimigo. Você está aconchegando com um cobertor e travesseiro que provavelmente foram usados por muitos, passageiros que babaram antes de você. A menos que visivelmente sujos travesseiros e cobertores são muitas vezes reutilizado devido a frequência de voos.
Uma investigação de 2007 por The Wall Street Journal revelou que as companhias aéreas limpam seus cobertores a cada cinco a 30 dias. E não assuma que o seu cobertor é novo só porque ele é envolto em plástico. O sindicato de Needletrades fez um grande alarde em 2000, quando acusou Lavandaria Companhia Aérea Royal, que fornece travesseiros e cobertores para os clientes como American, United e Airways EUA de reembalagem travesseiros e cobertores sem limpar.
A pesquisa descobriu cobertores com traços de Pseudomonas paucimobilis, conhecido por causar infecções pulmonares e dos olhos, e fronhas com Aspergillus niger, que pode levar a pneumonia e hemorragia gastrointestinal. As companhias aéreas como a Southwest e Alaska Airlines removeram os travesseiros e cobertores completamente, enquanto a JetBlue, EUA Airways e a American cobrar por eles.

ZONA: Banheiros
Por: Uma miscelânea de ameaças como E. coli ou bactérias fecais
Depois de um cochilo em pleno vôo, você acorda ao chamado da natureza e deve enfrentar zona do avião com o maior dos germes: o lavatório. Com centenas de pessoas que utilizam o pequeno espaço, um paraíso natural para todos os tipos de germes, bactérias e vírus, especialmente sobre a maçaneta da porta (você realmente acha que todos os passageiros lava as mãos ou ela?).
O CDC citou o banheiro como uma área de risco importante para a propagação da doença durante a epidemia de gripe H1N1 e SARS. Ao dar a descarga e água libera os germes potenciais para todas as direções inclusive no ar.

Se as empresas aéreas ou os fabricantes de aviões instalassem a Tecnologia UV-C muitos destes transtornos seriam resolvidos.

Fonte:

http://edition.cnn.com/2010/TRAVEL/12/22/bt.germs.breed.on.plane/index.html
http://www.dailymail.co.uk

Tecnologia Verde

A Tecnologia UV-C é uma importante arma para o combate e prevenção contra os micro-organismos em ambientes fechados e principalmente contra bioterrorismo recomendado fortemente pela FEMA (Federal Emergency Management Agency), CDC (Centers for Disease Control and Prevention), ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Engineers) e IUVA (International Ultraviolet Association)

Tecnologia UV-C é ecologicamente correta e sustentável sem uso de produtos químicos e tóxicos. Maiores informações no site:
http://www.xgerms.com.br

Anúncios
Esse post foi publicado em acidez, alcalina, ambientes fechados, água, água alcalina, câncer, cloro, cloto, desinfecção, doenças, esterilização, flúor, hiper-bactérias, hiperbacterias, Infecções hospitalares, pH, pneumonia, Profissionais da Saúde, sangue, super-bactérias, superbactérias, TB, tecnologia, Tecnologia Verde, tuberculose, ultravioleta, Uncategorized, UV-C, UVGI e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s