Azeite que você usa pode não ser! – Você está sendo enganado!

“TESTE SIMPLES: Fósforo aceso coloque em um pouco de azeite, se acender é AZEITE VERDADEIRO!”
Azeite é considerado como um das mais saudáveis óleos à base de plantas gordurosas. Ganhou a notoriedade considerável nos últimos anos por sua capacidade de menor risco de doença cardíaca e os níveis de colesterol, entre outros benefícios. Infelizmente, a maior parte do azeite não é realmente óleo de oliva; mas, sim uma mistura de óleos de qualidade inferior que podem ou não incluir vestígios de azeite real. Na realidade, são bem mais que FRAUDES.

Tão surpreendente quanto possa parecer, mais de 70% do azeite vendido não passam nos padrões rigorosos de testes usados para qualificar a autenticidade do azeite real. Como se vê, muitos não certificados azeites podem conter várias misturas de colza (Canola – Canadian Oil Low Acid), óleo de soja, clorofila para impregnar a cor e aromatizantes químicos e cores que dão a ilusão de azeite real. Colocando você em risco.

E o pior os certificadores sabem disto e continuam atestando o azeite. PORQUE?

“Por mais louco que pareça, a pirataria de azeite é uma das empresas mais lucrativas desta máfia, na medida em que parece que o óleo de azeite é muito diluído ou completamente forjado por uma indústria sombra enorme que envolve grandes nomes”, escreveu Pauli Poisuo sobre a conspiração azeite em uma peça para Cracked.com (http://www.cracked.com).

Natural News também informou sobre no novo livro “Virgindade Extra: O Mundo Sublime e escandaloso do Azeite”, em que o especialista de azeite Tom Mueller leva seus leitores no buraco do coelho da fraude. O azeite autêntico normalmente tem uma cor verde vibrante (embora nem sempre), deve ser armazenados em garrafas de vidro escuros para proteger a sua qualidade e sabor, que é muitas vezes, vibrante, picante. E, tem a propriedade de ser inflamável.

As maiorias dos azeites não passam nestes critérios de autenticidade básicas porque são diluídos em óleos de qualidade inferior. http://www.naturalnews.com/035124_olive_oil_adulterated_canola.html).

Testes realizados por pesquisadores nos Estados Unidos na Universidade da Califórnia, em Davis (UCD) e na Austalia no “Australian Óleos Research Laboratory (AORL)” constatou que a maioria das principais marcas de azeite não passam pelos testes de autenticidade do COI (Conselho Oleícola Internacional) e do Departamento de Agricultura ( USDA autenticidade). Infelizmente no Brasil, não se sabe se estes testes foram realizados ou não; se sim não estão disponíveis à população.

Como você pode saber se o seu azeite é real?

É difícil dizer por gosto, se a marca de azeite que você compra é realmente o é. Mesmo os peritos ficaram perplexos durante os testes. Há maneiras que que você pode descobrir se é verdadeiro ou uma farsa. Nem é absolutamente à prova de idiotas, no entanto, que vai possibilitar descartar os falsificados.

Verifique se é inflamável: Azeite real é inflamável, o que significa que ele pode ser usado essencialmente como uma fonte de combustível para uma lâmpada a óleo. Se o seu azeite não queimar quando iluminado com um fósforo, é mais do que provável é uma fraude.

Verifique se solidifica: Num copo com um pouco do azeite, coloque na geladeira e depois de 24 horas deve-se tornar turvo e engrossar ou até solidificar; depois de removido deve se torna líquido e com a mesma aparência novamente. Qualquer óleo que não engrossa na geladeira não é puro. Se o seu azeite permanece praticamente a mesma consistência quando refrigerado, é provável que contenha óleos aditivos ou é de alguma outra forma adulterada.

Não compre! Em vidro transparente e em embalagens plásticas; isto já é um indício de azeite falso. O azeite ele oxida pela luminosidade e perde as propriedades em embalagens transparentes. Além disso, no plástico, há transferência de dioxinas e Bispehenol-A (BPA-A).

Olhe para a etiqueta de autenticidade do COI em azeites importados. Mesmo que o COI não concordar expressamente com cada princípio do estudo UCD, o grupo tem seu próprio conjunto rigoroso de critérios pelos quais ele testa a autenticidade de azeites. Os azeites que carregam etiquetas oficiais do COI de autenticidade é muito provável ser autêntico.

CUIDADO! VOCÊ PODE ESTAR SENDO ENGANADO PELOS FABRICANTES!

Fontes:
http://olivecenter.ucdavis.edu
http://www.naturalnews.com
http://www.drleonardcoldwell.com
http://www.nytimes.com
http://www.npr.org
http://teclandotudo.com/azeite-de-oliva-extra-virgem-beneficios-para-a-saude/

Tecnologia Verde

A Tecnologia UV-C é uma importante arma para o combate e prevenção contra os micro-organismos em ambientes fechados e principalmente contra bioterrorismo recomendado fortemente pela FEMA (Federal Emergency Management Agency), CDC (Centers for Disease Control and Prevention), ASHRAE (American Society of Heating, Refrigerating and Air Conditioning Engineers) e IUVA (International Ultraviolet Association)

Tecnologia UV-C é ecologicamente correta e sustentável sem uso de produtos químicos e tóxicos. Maiores informações no site:
http://www.xgerms.com.br

Anúncios
Esse post foi publicado em acidez, alcalina, ambientes fechados, água, água alcalina, câncer, cloro, cloto, desinfecção, doenças, esterilização, flúor, hiper-bactérias, hiperbacterias, Infecções hospitalares, pH, pneumonia, Profissionais da Saúde, sangue, super-bactérias, superbactérias, TB, tecnologia, Tecnologia Verde, tuberculose, ultravioleta, Uncategorized, UV-C, UVGI e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s